sexta-feira, 25 de março de 2011

Talvez


Talvez o que eu queira não se encontra aqui neste mundo distorcido pelas razões. 
Talvez eu queira muito... Pelo muito que tenho...  E o que tenho não caber em mim... 
Talvez eu queira o que não podes me dar, porque não sabes do que falo, não sabes...
Talvez só me bastasse os rastros que foram apagados dos que encontraram o que eu ainda procuro.
Talvez estejas perto, tão quieto como o sono... Ou talvez estejas longe, tão longe quanto tudo que acredito.
Talvez eu seja apenas o absurdo da quimera e tu o vinho que adoças os lábios que te tomam.
Talvez as horas durmam e o firmamento se rasga jacente... Enquanto morro e vivo, me corrompo em dúvidas e me convenço! Que minha alma esteja nua...  Tão sua... Que não minha...
E quem és tu? 
                    Que és meu,
                                     Que sou sua,
                                                        Que somos um,
                                                                               Que nada somos...


                      All Rights Reserved 2010 Copyright © Rose Sousa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"São os sentimentos e não o intelecto que determinam as opiniões. " Seja bem vindo!

Google+ Badge