segunda-feira, 18 de abril de 2011

Amigo...



VOCÊ é o amparo dos meus ombros caídos.
A brisa que me acalenta O punho forte que me sustenta.
Venha, vamos brincar de esconde, esconde... Nos perder... Nos achar...
Juntos ser eternamente crianças e descobrir um mundo melhor.
Ponha-me nos braços e leve- me onde sozinha não posso ir.
Fortaleça meu coração já cansado, acaricie meus cabelos anelados.
Dá-me do vinho que alegra seu coração...
Que se dissipe minha lucidez.
Se perca em mim e me ache em você...
Embriaga-me de vida, luz, paixão...
Assim como o sol explode em raios incandescentes, serei eu pra te dar amor.
Sou carente de ti... Abraça-me... Encoste-me em seu peito...
Deixe-me ouvir o descompassar do seu coração
Alimenta-me do seu carinho para que eu viva e te ame por toda a eternidade.
Como o mar que na sua imensidão não carece de bússola, para se encontrar no vácuo horizonte.
Tenho-te como amigo... És guardado no mais belo lugar. .
Quero te amar com o mais profundo que há em mim.
Te perder...  Nem posso imaginar.
Cumplicidade só nossa, amizade imaculada.
Longe de toda maldade, dentro de nós guardada
Tenho por ti ciúmes... Medo desse sentir,
Pois és meu e eu sou tua. Só pra mim eu o quero!
Possessiva de ti, de todo teu.
Não me contento dividir o que é meu.
Quero ser a única gazela do seu ninho.
Dona dos seus olhos e do seu carinho.
Se assim não me tiveres, não quero ser mais uma!


           All Rights Reserved 2010 Copyright © Rose Sousa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"São os sentimentos e não o intelecto que determinam as opiniões. " Seja bem vindo!

Google+ Badge