segunda-feira, 25 de abril de 2011

Solidão


Palavra que não se define somente em palavras, quem a sente, sente!
Não se explica. Dói e pronto!
Coloca-nos à sombra de nós mesmos arrancando-nos a mais bela essência do existir.
O pior sentimento é o que invade a alma e dilacera o silêncio nela contido.
Estou enferma de amor... O que me consome essa dor de sentir, sentir só...
Amar só pra mim...
Agarro os ponteiros e adianto as horas, rasgo os minutos e costuro os segundos de solidão.
No profundo desespero de estar só... Viro de lado, deito de bruços...
Abraço meu fiel companheiro que todo faceiro dormita ao meu lado,
Esse meu travesseiro que carrega meu cheiro e não desgruda de mim.
Jogado  de lado, desprezado... Que tão triste quanto eu, Sente sem querer sentir...
Tudo dentro parece gritar enquanto lá fora o silêncio faz-se pranto.
A tua ausência faz-se manto... Para  me cobrir...


                        All Rights Reserved 2010 Copyright © Rose Sousa. 

2 comentários:

  1. Oi,amiga vc sumiu o que foi que aconteceu?.Olhe me desculpe se não vou comentar porque venho para te pedir uma ajuda.Estou no concurso de poesia no Ostra da Poesia da maravilhosa amiga Lindalva.Hoje começou a votação e vai até o dia 28.05.2011.O titulo da minha poesia é Lindo Sonho de Amor-autora-eu Célia Maria, abaixo da poesia tem o mural seu comentario sera o voto.O endereço do site do Ostra da Poesia é:
    http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/.Espero amiga contar com tua ajuda convide os amigos, e não é obrigatório seguir o site isto ficara a critério de cada um.Desde já te agradeço.
    Fique em paz.
    Bjos.
    Meu blog:http://wwwavivarcel.blogspot.com/

    ResponderExcluir

"São os sentimentos e não o intelecto que determinam as opiniões. " Seja bem vindo!

Google+ Badge