sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Me releia


Por tuas mãos, por teus lábios,
me reconstrua em teu peito,

pra que eu possa ter um canto de paz
onde atracar minha nau em dias de tempestade...
Decifra meus códigos e encontre
embaixo do tapete lá de fora
a chave que me destrava os sentimentos
e me conduza por esta noite escura de chuva fina...
Faça-me um relato de mim
no lampejar de seus olhos
como se tivéramos chegado ambos
a um oásis de sombra e descanso
em meio a esse deserto longo!




(Santaroza)

6 comentários:

  1. Um mimo poético gosto muiiiito deste tipo de leitura, viajo, deliro em cada proposta em cada linha vc deixa descer suave a paixão, o desejo e o amor, adorei, pra vc bela poetiza bjos, bjos ebjosssssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. todos procuramos um porto seguro bem difícil de encontrar no mar turbulento da vida

    grata pela visita ao meu cantinho
    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Ola Rose! Ler tua poesia, ver você, é sempre bom, eu tenho uma enorme estima por você, estou te esperando em minha escrivaninha, Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Rose tudo bem?
    vim aqui te visitar e agradecer sua adesão ao meu grupo de amigos
    **************************
    Adorei seu texto bem elaborado e de fácil entendimento!
    um forte abraço e beijão!

    ResponderExcluir
  5. Olá :)
    Muito bonito! Obrigada pela visita e por me seguir, já sigo de volta :)

    beij♥s

    "Saúde & Beleza - Health & Beauty"




    ResponderExcluir
  6. Olá, belas inspirações. Gostei muito. Voltarei ooutras vezes. Aplausos...

    ResponderExcluir

"São os sentimentos e não o intelecto que determinam as opiniões. " Seja bem vindo!

Google+ Badge