quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Sapos não viram príncipes, ENTENDEU Alice???

A gente se decepciona quando se deixa acreditar em contos e duendes. Estar triste é somente uma questão de decisão. Parafraseando um pedaço do poema de Augusto Branco: Quando carregamos  uma tristeza que mortifica nossa alma é como se estivéssemos atravessando um desfiladeiro em uma corda bamba. Sabemos que há um  Abismo sob nossos pés e sobre nossas cabeças há um Céu. Se olharmos para baixo veremos o Abismo. O Abismo atrai o olhar, mas o Abismo é a certeza da morte, olhar para ele pode ser fatal. Portanto, nunca olhe nos olhos dele... Mas também não te aconselho olhar para o Céu. O Céu é como um sonho, e ele pode estar belíssimo, muito azul, com um Sol radiante ou repleto de estrelas, não importa: não olhe para o Céu... Pois ele é tão belo que te  pode fazer esquecer de que precisa manter o equilíbrio e seus pés bem firmes na corda... Alice... não olhe para o céu... Saiba... o único lugar para o qual você deve olhar é para  frente, é à sua frente que está o Horizonte. E é no Horizonte que algo novo te espera... é onde está tudo o que você pode descobrir, viver e alcançar.  Siga em frente... Seu rosto borrado de rímel não vai adiantar! Ou você pensou mesmo que ele se importava??? Jura??? Ele quer mais é curtir a vida!

Rose Sousa

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Quero um dia te encontrar...


“Sabe, quando a gente tem vontade de encontrar 

A novidade de uma pessoa 
Quando o tempo passa rápido 
Quando você está ao lado dessa pessoa 
Quando dá vontade de ficar nos braços dela
E nunca mais sair...” [...]

Nando Reis


Tudo tem um tempo embaixo do sol...


quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Sempre chuva


Nunca fui como todos
Nunca quis ser igual
Os meus sonhos não são como o dos outros
Muitos amaram
E nesse vácuo
Sou pequena...
Sempre chuva, nunca sol...



Rose Sousa

Google+ Badge