segunda-feira, 16 de setembro de 2013

"Ao perder a ti, tu e eu perdemos..."

Um dos meus poemas favoritos
Ao perder-te eu a ti,
tu e eu perdemos: 
Eu, porque tu eras 
o que eu mais amava 
e tu porque eu era 
o que te amava mais 
mas de nós dois 
tu perdes mais que eu: 
porque eu poderei amar a outros 
como te amava a ti, 
mas a ti não te amarão 
como te amava eu. 


Ernesto Gardenal

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Tão somente sorria...

Quando a dor te fazer refém e a tormenta de um amor torturar seus dias já tão tristes,
Apenas sorria...
Se nada mais resta dos teus sonhos, e somente quimeras pairam no ar, feche os olhos e adormeça sua alma, quem sabe assim, em sonho, encontrarás a metade que te falta...
Sorria apenas...
Quando o sol se pôr detrás das montanhas e sentires que, do seu sonho encantador tudo se finda, e o que te consola é apenas uma doce lembrança...
Sorria somente...
Caminhe omitindo que no peito nada mais há senão uma lágrima contida, um amor que não pode acontecer.
Tão somente sorria...
E quem sabe essa dor disfarçada de riso traga pra perto de ti o teu grande sonho de amor...



Copyright © 2013 Rose Sousa.Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem as devidas permissão do autor.

Google+ Badge